sábado, 8 de setembro de 2012

Eu e as Recordações

E aquele abraço seria eterno, igualmente ao meu amor
sentimento que em mim se instalou e não mais me deixara.
Eu fiquei pra sempre com a sensação de seu corpo no meu 
 sentia teu cheiro onde quer que eu fosse.
E você continuava fazendo parte daquilo que eu era.
O seu amor foi salvando -me os momentos até o dia de novamente reencontrá-lo.
E era amor ,somente amor o que sempre senti por ti .
talvez não tenhas nunca percebido , quanto a mim percebia e sentia ,e já não era igual antes 
 era fogo que queimava as culpas ...
me tirava do caos me levando ao céu de felicidades.
Era como caminhar sem ter medo de me perder 
 pois me perdendo contigo ao meu lado , era o achar.
Contigo sempre me sentia protegida , amada .
 diante de tantos momentos nada mais queria que o teu amor.
Te tive tão perto e as vezes tão longe que mesmo abraçada a ti , por fim eu já não o tinha 
Já havias partido e deixara tudo que antes já havia me marcado a vida...
E hoje ficou eu e as recordações ...


Texto-Sandra Nóbrega 

Observação-Gente alguns textos como esse não textos pessoais não...

Nenhum comentário:

Postar um comentário