sábado, 15 de junho de 2013

Tem dias...

Tem dia que agente sente falta de abraços que nunca sentiu
 de amores nunca amados
de sorrisos nunca dados, é, tem dia que agente quer aquela pessoa ao nosso lado...
quer ver pelo menos o sorriso, um olhar direcionado a nós, agente pensa em futuro sem ainda haver um presente
constrói castelos, inventamos príncipes encantados
mas esquecemos que os príncipes não existem
 e que os castelos serão na realidades qualquer casa
 aconchegante ou até mesmo um simples abraço.
Tem dias que agente pensa tanto que a realidade deixa de ser vivida, o natural é esquecido e vamos até o sobrenatural...
 dias em que verdades são mentiras, e mentiras se transformam em ''verdades''.
Há dias que sonha, em outros somos acordados por realidades brutais, tristes...
Há dias que somos tudo e outros que não somos quase nada.
Há dias que amamos intensamente, perdoamos, vivemos a dor do outro e nem percebe nossas próprias  tristezas, e esses dias, ah esses dias eu queriam que eles fossem eternos, seriamos tão felizes
Mas estou eu ai, nessa que poderíamos ser assim ou não, é eu acho que estou sonhando de novo, apenas sonhando, e sonhando eu vou vivendo, e vivendo eu vou procurando ser simplesmente feliz, na minha humanidade, fragilidade, as vezes certa, outras vezes não, mas eu sigo em frente, viver é preciso e superar-se é essencial.
Vivamos intensamente, sejamos felizes não importa o tempo.

Texto-Sandra Nóbrega


quarta-feira, 12 de junho de 2013

Amor...

Amor- Respire, compartilhe, doe, passe adiante.
Viva o amor, viva.
Viva a vida.
Viva os seus sonhos.
Espere, não desanime...
Um dia o amor virá, pode ser rápido, de repente te surpreender.
Mas pode ser lento, calmo...
Aos que não conquistaram seu amor, calma.
Pra tudo há uma hora, uma chance, um lugar, um sentimento e a pessoa.
Não é qualquer pessoa, mas AQUELA, que te compreenderá, amará, e será com você, não dois, mas apenas UM.
Espere um dia o amor baterá na porta do seu coração!
Estou a espera!
Texto-Sandra Nóbrega

terça-feira, 11 de junho de 2013

TERAPIA - Palavras também curam...

Quando estamos diante de um psicólogo, quando compartilhamos nossas dores, frustrações, decepções, e nas terapias que seguem, ele vai te devolvendo o resultado dos testes, trabalhos que aos poucos vão te mostrando que és, você descobre coisas lindas, e boas, e também ruins e dores, até traumas, até parece que fala de outra pessoa, você não se reconhece diante daquela descrição, é muita informação pra uma pessoa só, é descobrir um mundo que você nem imaginava como é...
É outro mundo, mas não é um mundo distante, é você mesmo, áreas que nunca exploramos, mas as dores chegaram até lá, e você vai escutando, falando, vendo, e vai aos poucos conhecendo quem realmente é, as vezes vem o choro, a vergonha, a alegria e também a gratidão a esses profissionais que antes de tudo, eu creio, tem o dom de reanimar, dom que Deus dá.

Já são mais de 5 meses fazendo terapia e eu vou vendo a cada semana quem realmente é Sandra, eu vi coisas que nunca havia percebido antes, muito já escutei, muito falei e hoje eu sei que as palavras assim como os abraços, quando são sinceras, elas também curam, isso vai me refazendo, trazendo de volta a paz, a vontade de viver, de amar, as vezes não é fácil de lidar com algumas descobertas, mas eu creio no meu Deus, e acredito nas capacidade dos profissionais que me acompanham, e eu sei que eu vou conseguir chegar onde eu almejo, e é por essas e por outras que amo e admiro a PSICOLOGIA.


 
Texto- Sandra Nóbrega