quinta-feira, 23 de abril de 2015

Apenas você...

Queria que minha saudade me transportasse pra bem perto de você, que ela me oportunisasse um abraço, que me levasse até seu colo, pra ter seu afago, sentir seu cheiro, escutar o som de sua voz, sentir sua respiração, queria que ela me devolvesse tudo que de mim já tirou.
Queria que ela, a saudade, fosse embora  e que não viesse fazer visitas, até mesmo aquelas bem breve.
Queria de volta tudo o que tenho guardado na mente e no coração. Queria seu amor, seu carinho e sua atenção.
Queria você, apenas você.

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Amar...

As vezes penso que amar demais é errado, ou muitas vezes amamos da forma errada.
querendo as pessoas apenas pra nós mesmo, sofre muito que ama assim, sofre quem ama e é amado dessa forma.
Não queremos que a pessoa amada sofra, queremos está perto, queremos atenção, carinho e isso vai sufocando o outro. É uma carência que o ser humano possui, lacunas que ao longo da vida foram deixadas em aberto.
Vez por outra imagino que  tudo acontece porque no fundo queremos nos sentir amados e  cuidados e quando encontramos alguém disposto a isso, lançamos toda expectativa e a necessidade de suprimir essa carência, nesse que se aproxima.
É, não é bem assim ninguém merece ser cobrado pelo que não fez, o bom mesmo é valorizar o que a pessoa pode e está disposta a fazer, se for amar, com sinceridade e verdade,  aos poucos essas lacunas serão preenchidas,  e aquilo que um dia faltou pode ser superado.
Aprendamos a amar como se deve, é tão difícil conviver com um amor minguado e cobrado, amor é dado na gratuidade e sem cobrança excessiva. Amor por amor apenas.
Vamos viver e aprenderemos.
Vamos viver e amar.