quarta-feira, 18 de setembro de 2013

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Boas Lembranças...

Hoje caminhando pelas ruas, encontrei aquele que fora meu primeiro amor.
Dizem, que esse é único, inesquecível e intenso e sendo assim pode marcar toda uma vida
Não sei se isso procede ou não, porém quando me vejo diante daquele olhar, sinto-me amada de novo, como fui a mais de 10 anos atrás.
Esse amor deixou em mim, marcas, boas recordações que jamais se apagarão...
Mesmo que da minha parte não haja mais amor, ao vê-lo não nego a vontade de reviver tudo aquilo que vivi na adolescência, ser amada com tanta intensidade como um dia fui...
Já não é possível trazer para a minha realidade tais momentos, nosso caminhos e passos se distanciaram , seguimos trilhas e rumos diferentes, nos abandonamos e ainda existia amor, seguimos em frente conhecemos novas pessoas nos apaixonamos, mas confesso; um amor igual aquele não mais encontrei, não mais vivi...
Ao vê-lo desejei  voltar no tempo, penetrar no passado sentir tudo aquilo de novo, mas o presente me faz ver a realidade, já não poderei voltar, tudo que vivi ficará apenas marcado, eternizado nas lembranças e claro nesse post.
 Em meio a tudo isso, peço a Deus que no futuro eu possa viver ao menos algo semelhante ao que um dia vivemos.
Hoje eu sei que já fui muito amada e feliz.
Agradeço a você que Deixou tantas recordações em minha vida, será inesquecível.
PS; Hoje eu sei que apesar de tudo valeu a pena.
                                                         Texto; Sandra Nóbrega

terça-feira, 10 de setembro de 2013

O mundo só muda, se nós mudarmos de atitude.

                  

As letras que ponho no papel  são rabiscos do que sinto , de minha opinião e da forma que vejo as coisas .
Meu olhar nunca será como o de ninguém e certamente o de ninguém será como o meu , somos diferentes no agir, no falar, cada ser é  uma obra fantástica de Deus, cada um é como é, e nunca será uma imitação de outro.
Temos diferenças mas isso não nos diminui e nem deve .
 São as diferenças que faz de nós seres humanos fantásticos e especiais.
Não sou poetisa no escrever, mas amo com o mesmo amor que o poeta ama, me inspiro no amor, somente ele é capaz de fazer as transformações das quais o nosso ser precisa ,já escutei pessoas dizerem que o mundo precisa mudar, fiquei me perguntando O MUNDO  OU OS HABITANTES DELE  ?
O mundo só muda se nós mudarmos, nós que fazemos a mudança acontecer.
A violência, as guerras, a poluição,  somos nós mesmos que provocamos, então  não espere o mundo mudar, se você não mudar  ele não mudará jamais .
É difícil ver  a necessidade do povo  e não poder fazer nada , é difícil andar pelas ruas e ver irmãos dormindo pelas calçadas, se cobrindo com papelões, é difícil comer  e pensar que tem muitos que não tem se quer o feijão no prato, há dias que minha vontade é saciar toda fome toda necessidade do mundo, não só de pão ,mas também da presença de DEUS, há muitos que andam sedentos de conhecer o Senhor  e sentem-se excluídos da sociedade se afastam da presença de Deus, de JESUS EUCARÍSTICO, mas nunca duvidei que mesmo se privando disso com certeza Deus é com cada um deles , e que ao olhar nos seus olhos encontramos um pouco de Deus, a palavra diz que somos imagem e semelhança, então no olhar de um irmão, podemos ver e contemplar Deus.
Senhor a prece que elevo nesse dia e  que há no meu coração hoje, é por todos os nossos irmãos necessitados ,que encontrem pessoas em seus  caminhos que os doe  ao menos o que é necessário a vida de cada um, visita cada um deles aonde quer que estejam, e que eles te reconheçam e nunca se afastem de ti...AMÉM!


                                                      TEXTO- Sandra Nóbrega

Te levo...

É assim que te levo
Bem junto a mim 
como alguém que não quer perder o que tem e até o que espera ter...
Te levo com uma docilidade e com um amor tão puro
 que só aqueles que caminham junto comigo 
e olham não o que o exterior informa e sim o que mostra o interior...
Está aqui dentro ,tudo bem guardado ,amor muito amado...

Texto- Sandra Nóbrega


Porque tenho BLOG?

Porque ter um blog, pra que serve, porque tenho?
Muitos já me fizeram essa perguntinha...
Bom, já tenho blog há uns 5 anos, antes o usava apenas como um diário do meu dia a dia 
Era e continua sendo um amigo nas horas mais felizes e difíceis da minha vida.
Por ele compartilho, amores, paixões, alegrias e fé, tudo que me move.
Ser blogueira é muito mais do que digitar palavras, frases...
Ser blogueira é colocar o coração dentro de cada postagem
Quando escrevo aqui aqui, choro, dou risadas, sou triste e também feliz
Não foram poucas as vezes em que construindo um texto, meu coração palpitava
minha face molhada pelas lágrimas, fazia-se assim um desabafo, como se fôssemos os melhores amigos, e somos...
Não sou escritora, e sempre há erros de ortografia em meus textos, mas o que não falha comigo são os sentimentos que exponho em cada um deles, seja verdade, sonho ou ficção.
Através de textos, leituras e escritas, eu sinto amor, e amo.
Quem escreve no papel transfere o amor para ele, e para quem posta em um blog não é diferente, é o sentimento puro, que é colocado, digitado em capa simples postagem.
 Quase sempre escrevo porque sinto e acabo sentindo porque escrevo
Não se escreve, fala ou compõe sobre aquilo de que não se está cheio.
Eu escrevo porque amo, porque isso me faz ser melhor do que sou, eu escrevo porque as letras, me acolhem e por vezes me salva
e essas são algumas razões pelas quais
 eu Sandra Nóbrega 
Amo ser BLOGUEIRA.

Texto - Sandra Nóbrega
(Experiência de uma simples Blogueira)


domingo, 8 de setembro de 2013

Ponto final...

Hoje sinto de novo  meu coração partido por ter me apaixonado pelo homem ''errado''
Queria alguém que corresse ao meu encontro e me protegesse de alguma forma, que enxugasse minhas lágrimas e me fizesse acreditar em um outro amor...
Queria um abraço, que acolhe-se a tristeza de minha alma, a dor do meu coração.
Mas não estou descrente do amor, eu ainda creio que virá o tempo e a pessoa certa.
Ainda deixarei abertas, as portas do meu coração tantas vezes ferido, por amores não correspondidos.
Com o coração sangrando ouso dizer, que amei e que ainda amarei outro, não terei medo, e da próxima vez, prometo para mim mesma, lutar por esse amor, antes que a vida coloque para ele outras opções.
Amei-te esperando, e esperando-te o perdi, aliás como sempre dizia, eu nem o tinha, mas o queria de verdade, construi sonhos que já não cabiam em mim, e a vida colocou barreiras, eu sonhei, fui feliz só de amá-lo, de vê-lo, sentir seu abraço...
Sim, eu fui feliz.
Me aproprio de palavras que chegam até  mim, e mesmo que agora eu esteja só fisicamente essas palavras que vejo e escuto, me envolvem e envolvida por elas, sinto abraçarem-me.
Há palavras que curam, disso eu sei, provei, acredito e nada me fará desacreditar.
Ponho fim hoje, em uma história, uma paixão, amor
não sei ao certo...
Mas vou além desse ponto final, recomeçando, querendo, e me oportunizando...
Vou de novo sonhar, afinal de contas sonhar não custa nada...
Sonharei, amarei, e lutarei para torná-los reais, hoje eu ponho um ponto final nessa história, para que uma outra possa começar, porque eu ainda vivo, e viver sem amar, não é viver
é sobreviver.
...Vou em busca de outro amor!

Texto - Sandra Nóbrega