terça-feira, 16 de junho de 2015

Solidão

Muitas vezes questionamos as pessoas os que sofrem com males emocionais e psicológicos, mas  questionar o que nunca sentiu é injusto com os que sentem.
A solidão, o desânimo,  depressão e tantos outros problemas requer atenção, ajuda.
Como questionar os motivos de uma pessoa que se suicidou, sem ter passado pelas mesmas dores e crises existenciais? 
Como medir a dor do outro?
Como não se compadecer dos que perdem o sentido da vida, que não tem mais motivos e sonhos para seguir?
A resposta é colocar-se no lugar do outro,  sofrer junto, e por fim estender a mão. Os que sofrem de solidão precisam apenas de alguém que mesmo em silêncio, doe um pouco do seu tempo.
Só quem já sofreu assim, sabe o motivo pelo qual muitos colocam um ponto final em suas próprias vidas.
Sem razão pra viver.
Sem sonhos pra realizar.
Sem ter buscado o sentido da vida.
Como e para que continuar vivendo? Depois de muito observar eu já não julgo mais aqueles que para matarem a dor que há em seu ser, tiraram a própria vida.
Uma realidade triste, não é utopia é a realidade desse século.