segunda-feira, 7 de abril de 2014

Afinal o que é felicidade?

Passei uma vida questionando onde iria encontrar a felicidade
o que era, como, ou com quem...
Depois de tantos questionamentos a resposta apareceu
sem que eu já não mais procurasse.
Sempre pensei que felicidade fosse conquistar algo ou alguém
e quando isso aconteceu, eu fui apenas alegre, os dias passaram, e me vinha todo aquele vazio de sempre, eu nunca havia percebido que para ser feliz eu teria que enfrentar a mim mesma, meus defeitos e dificuldades, meus traumas de infância, minhas misérias, enfim eu tinha que me ver como eu realmente era
listar o que era bom e o que era ruim
o que me faria feliz e o que não, teria que muitas vezes passar tudo isso em uma peneira e deixar ficar apenas o que valeria a pena trabalhar e melhorar...
E hoje eu estou nesse processo de curas e de exclusão.
Tirarei de mim o que não me faz bem e o que não me deixa caminhar 
na busca de realizar o que sempre sonhei.
Nessa avaliação percebi que é preciso perdoar os que erraram comigo
desde os primeiros anos de minha vida, ainda não perdoei a todos
mas sei que chegarei lá, isso é essencial para meu crescimento espiritual e psicológico, sei que aqueles que perdoam 
estão liberando um inimigo que dorme ao seu lado
a falta de perdão causa danos que nem imaginamos
e a melhor opção é não dividir o travesseiro com ele.
Por fim descobri que a felicidade está nas coisas simples
nas nossas aceitações, na procura da cura interior.
Ser feliz nunca será ter uma vida sem problemas
com uma paz que nunca passa.
Ser feliz é ter coragem de enfrentar antes de tudo a si mesmo.
Ser feliz é levantar após cada queda, bater a poeira e novamente olhar para o horizonte, ter um foco e lutar para conquistá-lo 
nem que isso possa durar uma vida, um dia chegaremos lá
EU, VOCÊ  E TODOS O QUE ALMEJAM SER FELIZ MESMO DIANTE DAS ADVERSIDADES DA VIDA.
Eu creio que posso e sei que chegarei lá.
Eu quero, posso!!!
                                              


Nenhum comentário:

Postar um comentário